sábado, 27 de julho de 2013

Manaus vai reformar plataformas do sistema Expresso para instalar BRS

18/06/2013 - Portal Amazônia

O antigo sistema de transporte coletivo Expresso vai servir de base para instalação do novo modelo de transporte público de Manaus, o Bus Rapid System (BRS). A Prefeitura vai reformar, ainda em julho, 29 plataformas do Expresso para usar quando o BRS estiver em operação, em até três anos e meio. A informação é do prefeito de Manaus, Arthur Neto.

Plataforma do sistema de transpote público Expresso, na Avenida Constantino Nery. Foto: Diego Oliveira/ Portal Amazônia

O prefeito adiantou que a reforma de 13 plataformas nas avenidas Constantino Nery e Torquato Tapajós começam dia 2 de julho. A obra em outras 16 plataformas nas zonas Norte e Leste inicia até o final de julho.

Os usuários do sistema de transporte coletivo da capital do Amazonas vão ganhar 200 novos abrigos de ônibus. Cem destes abrigos serão erguidos até dezembro deste ano. Arthur disse, também, que os terminais de ônibus 1 (da Avenida Constantino Nery) e 2 (da Avenida Manicoré) serão desativados – ainda sem data definida. Os outros três terminais da cidade serão reformados no segundo semestre.

O terminal de ônibus 5 é o único com data acertada para começar a reforma: 2 de julho. "A meta é não parar as obras e realizar as mudanças de maior porte durante o período noturno para evitar transtornos", afirmou Arthur, completando que o terminal de ônibus localizado na praça Matriz, no Centro da cidade, terá "melhoria provisória".

As mudanças no sistema contemplam ainda a forma de compra de crédito para pagar a tarifa. Em seis meses, conforme estimativa da Prefeitura, será possível carregar créditos dos cartões de ônibus dentro dos próprios veículos. Hoje, a recarga ocorre em locais específicos, como nos terminais de ônibus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário