domingo, 27 de setembro de 2015

Prefeitura de Belém fecha acordo de R$ 67,6 mi para o BRT

26/09/2015 - O Liberal - PA

O prefeito Zenaldo Coutinho assinou, ontem à tarde, convênio com a Caixa Econômica Federal, para o repasse de recursos que darão seguimento às obras e serviços do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O financiamento, no valor de R$ 67,6 milhões, é concedido pela CEF. Segundo o prefeito, o maior volume desse dinheiro será destinado ao sistema Bus Rapid Transit (BRT), do Programa de Mobilidade Urbana e desenvolvido pela Prefeitura no trecho que liga a avenida Almirante Barroso à avenida Augusto Montenegro.

Os demais recursos serão empregados nas obras da Bacia do Paracuri, em Icoaraci. "Com esses recursos, conseguimos garantir a celeridade e a consolidação desse projeto, que é fundamental para a nossa cidade”, disse Zenaldo, referindo-se ao BRT. O prefeito disse que a obra do BRT é ampla. "Não se exauriu na Almirante Barroso e também nem vai acabar na Augusto Montenegro. Já está contratado, e em andamento, até Icoaraci, no bairro da Agulha. Da Agulha até o porto de Icoaraci e de São Brás até o Ver-o-Peso são outros projetos. E também teremos outro, já aprovado, que é o BRT Centenário, que começa nessa avenida e vai até a Júlio Cesar e, em seguida, até a Doca de Souza Franco”.

Zenaldo também comentou a interdição de um trecho da Augusto Montenegro, na última quarta-feira, por causa das obras do BRT: "É um sofrimento temporário, para garantir uma obra de fôlego, uma obra que vai dar grande impacto à cidade. Não é só o BRT. Estamos falando de drenagem ao longo da Augusto Montenegro, falando de uma nova iluminação, de ciclovia, de calçamento, do elevado que vai haver na Independência, na Mário Covas”, justificou.

Zenaldo disse ainda que, no contrato assinado ontem, não haverá contrapartida da prefeitura. "É um financiamento da contrapartida da prefeitura. Ou seja, esse dinheiro é emprestado para a prefeitura. O município vai pagar tudo depois. Mas isso aí é um financiamento da contrapartida das obras do PAC”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário